top of page

Captação de Recursos para aumento de Receita nas Instituições Públicas

Da Elaboração de Projetos até a Prestação de Contas com prática na Plataforma +Brasil

Alessandro Reis.png

Prof. Alessandro Reis: Atua na elaboração de Projetos para Captação de Recursos, por meio das transferências voluntárias, sendo o responsável pelo material e execução das capacitações da Rede Escola de Governo RS. Instrutor certificado pelo Min. do Planejamento com registro no Min. da Educação em SICONV e Elaboração de Projetos Sociais. É Especialista em Projetos Sociais na área de captação de recursos, monitoramento de contratos de gestão e termos de parceria.

CURSO ONLINE e AO VIVO

LOCAIS E TURMAS:

ZOOM - novas turmas em breve

PLATAFORMA ZOOM PROFISSIONAL
Acesso enviado por e-mail próximo ao curso
Onde baixar: www.zoom.us

 

INSCREVA-SE NO ONLINE

R$ 2.290,00

Incluso: Certificado de conclusão e material didático digitais.
Carga Horária: 20 horas
Duração: 5 dias
Horário: 14h00 às 18h00

Sobre o Curso:
 

A gestão pública possui entre as fontes para execução de políticas públicas os repasses e os patrocínios.  O novo Sistema de Parcerias da União (SIGPAR) foi instituído pelo Decreto 11.271/2022. O SIGPAR passa a ser o sistema estruturador das atividades de planejamento, coordenação, orientação e gestão das parcerias que contam com recursos da União, tendo a Secretaria de Gestão do Ministério da Economia (Seges/ME) como órgão central.

Conhecer os planos orçamentários que determinam a correta aplicação dos projetos elaborados para sua execução, é o atalho para a captação de recursos e seu gerenciamento. O referido decreto cria n nova marca o transfere.gov.br, sítio eletrônico oficial para gestão dos repasses aos entes federados operacionaliza os instrumentos convênio, contrato de repasse, Termos de fomento e cooperação, Termo de Execução Descentralizada, transferências especiais com as emendas.  Os reflexos da captação de recursos integram, conforme determina a Lei 14.133/2021 o planejamento das aquisições públicas.

 

O treinamento aborda de forma prática todas as fases necessárias para que a gestão de recursos públicos possa mais que ter resultados positivos na prestação de contas social e legal, ter reflexos positivos nos Critérios de Excelência em Gestão – MEG-Tr e a aprovação das contas do gestor em seu mandato.

Público-alvo:

Prefeitos e Vereadores, Assessores e Consultores municipais e estaduais, Assessores e Consultores parlamentares, Assistentes, Coordenadores e Gerentes de projetos, Gestores e servidores públicos, Procuradores, Advogados, Contadores e Administradores. Servidores públicos das áreas de Contratos, de Projetos, Financeiras e Jurídicas. Membros de Comissão de Licitação, Pregoeiros e Equipes de Apoio. Funcionários do Sistema “S”, OSCIPs, ONGs, OSs, Fundações, Institutos, Agências, Universidades, Autarquias, e Empresas Estatais. Auditores e Controladores internos e externos. Profissionais e especialistas voltados para a prática técnico-financeira dos recursos públicos. Secretários, Assessores, Diretores, Coordenadores e Assistentes do Poder Executivo Federal. Assistentes, Coordenadores e Gerentes de projetos.

  • Acesse o conteúdo programático aqui:
    Foco da instrutoria; Como quebrar paradigmas ineficientes? O sucesso é criação da ousadia. Como atingir tal patamar? Como ousar na Administração Pública? O mapeamento do processo de gestão e os reflexos na catalogação, padronização e desfazimento de bens; As leis de licitações vigentes e os aspectos de descrição e padronização do bem; Gestão de recursos patrimoniais; Administração de Materiais e respectivos ciclos; Gerenciamento dos estoques e dos equipamentos; Reflexos de gestão oriundo da Padronização e Catalogação de Bens – maximização e otimização de recursos, controles e logística de distribuição; Saneamento e enriquecimento do cadastro de materiais e serviços; Governança do cadastro de materiais e serviços; Categorização de materiais e compras; Controle de Estoque, suas classificações, inspeções, procedimentos de recebimento e aceitação e movimentação; Conceitos de identificação e racionalização do estoque, o que ocasiona sua redução; Diagnóstico de armazenamento; O método PEPS na Administração Pública; Padronização, Normatização e Normalização ; Padrão de Descrição de Material – o que é e como aplicar? Federal Supply Classification - o que é e como aplicar? Criticidade do material, Qualidade e os Princípios do KAIZEN ; Metodologia de Análise e Solução dos Problemas; Governança do Cadastro de Materiais; Critérios de classificação de materiais; Gerenciamento dos cadastros, Identificação de Material e regras de caracterização; Catalogação de Materiais; Processo de catalogação; Identificação, Especificação, Codificação e Cadastramento; Responsabilidades e procedimentos operacionais, Saneamento e sincronização de catálogos; Centro de distribuição de materiais – tipos, objetivos, facilidades; Estudos de casos e consultoria técnica aos participantes; Roteiro prático; Exemplos de catalogação e padronização já aplicada no Serviço Público Federal.

Conteúdo Programático:

Formas de Pagamento:

O pagamento poderá ser realizado por meio de transferência bancária para as seguintes contas:
          Banco do Brasil: Ag. 0021-3 | Cc. 104154-1

         Caixa Econômica Federal: Ag. 1564 | Cc. 908-8 (Operação 003)

Caso prefira, faça um PIX para 35963479000146

Dados para emissão de nota de empenho:

Esafi - Escola de Administração e Treinamento Ltda

CNPJ: 35.963.479/0001-46

AV. Rio Branco, 1765, Salas 205 e 206 - Praia do Canto, Vitória, ES - CEP: 29055-643

Política de realização dos cursos:

A realização desta turma está vinculada à obtenção de um quórum mínimo de participantes inscritos, pré-requisito necessário para a confirmação do curso.

 

Pedimos a gentileza para que o participante aguarde o contato da ESAFI quando o número mínimo de alunos for atingido, sobretudo quando o curso for presencial, para que sejam iniciados a partir desta confirmação os procedimentos de translado até o curso, principalmente a aquisição de passagens aéreas.

bottom of page